Sobre o sistema de lutas e morte de personagens

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sobre o sistema de lutas e morte de personagens

Mensagem por Admin em Qui Jan 16, 2014 2:54 pm

Combates:

Estaremos usando uma regrinha básica de dados para combates dentro do grupo. O dado usado pode ser de 20 ou 10 faces, não faz diferença. Consiste em turnos alternados de ataque e defesa. Exemplo:

Lei Keylosh vai atacar Minami. Lei Keylosh rola 1d10 que resulta em 5. Minami rola 1d10 para sua defesa que resulta em 2. Lei Keylosh consegue tirar 1 ponto de Vitalidade de Minami. Agora é a vez de Minami atacar e Lei Keylosh defender. E assim alternadamente, até o final do combate.

Vitalidade:

Os jogadores definem quantos pontos de Vitalidade cada personagem terá antes da luta. Quanto mais pontos tiverem, mais demorada será a luta. A princípio, os combatentes sempre possuirão pontos iguais de Vitalidade, mas isto pode ser mudado pelo mestre dependendo da situação, sempre de maneira justa.


Perguntas Frequentes:

Pergunta: Então os jogadores possuem chances iguais no combate?

Resposta: Sim. Os jogadores sempre possuirão chances exatamente iguais no combate, exceto quando o mestre da partida alterar isto em prol da história. A única coisa definindo o sucesso ou fracasso dos personagens será o resultado nos dados.

P: As habilidades do personagem podem alterar os resultados? É possível ter algum bônus ou melhoramento?

R: Não. Para efeitos de sistema, todos os personagens possuem habilidades iguais.

P: Então qual a razão disto?

R: Os dados serão usados para adicionar o elemento do imprevisível nas aventuras. Nem sempre os mocinhos vencerão os vilões. Nem sempre será possível salvar ou proteger alguém, ou impedir o vilão de fazer algo. Isto dependerá dos dados. Portanto, não haverá como um jogador saber o desfecho de um jogo, pois o resultado será imprevisível.

P: Então, no seu sistema, um camponês desarmado pode enfrentar um dragão?

R: Não. Embora o sistema trate os personagens em igualdade, o bom senso continua. O mestre terá o bom senso de reconhecer que personagens muito mais fracos não terão chance de reação contra oponentes muito mais fortes. É preciso saber quando usar o sistema e quando ignorá-lo de acordo com a situação.


Morte de Personagens:

Grupos de RPG são feitos para oferecer um ambiente de jogos. Estes jogos são feitos para se ter DIVERSÃO. A morte de um personagem é algo comum em RPG, mas acreditamos que um personagem só deve morrer quando não puder mais oferecer diversão àquele que o controla.

Considerando isto, NENHUM dos combates do grupo Renegados levará à MORTE. (Exceto se os jogadores participantes concordarem com isto.) O vilão derrota o herói. O que acontece agora? O jogo acaba por causa disto? O vilão não possui nenhum plano mirabolante, como raptar o herói e usá-lo como armadilha para capturar seus amigos? Ou o vilão queria apenas derrotar o herói de maneira justa para humilhá-lo? Será que o herói realmente consegue matar seu adversário, ou ele possui um código de conduta que o impede de fazer isto?

A Morte é uma resolução simples, é o caminho mais fácil. Mas continuar a história com todas as suas reviravoltas e consequências, é nisto que reside a verdadeira criatividade. Não queremos que os personagens morram em nosso grupo. Queremos que eles se desenvolvam, que mudem, que se adaptem e, principalmente, que seus jogadores se DIVIRTAM com isto.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum