Vlad, Ameline & Ryuji: Retorno a Lagus (Encerrado)

Ir em baixo

Vlad, Ameline & Ryuji: Retorno a Lagus (Encerrado)

Mensagem por Lilandra em Sex Jan 17, 2014 7:48 pm

[Resumo: Vlad Kain e Ameline Silverleaf vão até a cidade de Lagus e conversam com Ryuji Drak, que lhes informa que Lei e a família estão residindo no templo de Marah.]



Vlad Kain: *Apesar de tantos anos afastado do que hoje era a CIDADE do Lago, Vlad parecia relembrar muito bem do local, até mesmo acenava de maneira simpatica para os guardas enquanto andava juntamente com Ameline. Mesmo que tivesse permissão para andar armado ali, aparentemente não fazia, caminhando despreocupado até aonde de acordo com o que se recordava, poderia encontrar o "prefeito Ryuji".* - Pelo visto a cidade cresceu bastante..

Ameline Silverleaf: *Ameline também não ia à antiga vila, atualmente cidade, há muito tempo. Igualmente, não andava armada - ao menos aparentemente - e deixava que a filha andasse um pouco atrás, embora sempre com os olhos na criança que, curiosa, observava o local que nunca havia visto.* - Tem razão... As coisas parecem bem por aqui. *Apenas ao chegar aos portões pegaria a filha nos braços, para mantê-la mais perto de si e manter o olhar nela.*
Ryuji Drak. : *Assim que os sentinelas puderam observar que se tratava de Vlad, um bom amigo que sempre estava andando por Lagus, trataram de abrir os portoes. Nao reconheceram a elfa, mas como esta estava carregando uma criança no colo e parecia acompanhar o elfo, nao fizeram muitas perguntas. A noite estava bem movimentada ate. As pessoas perambulavam pelas ruas e becos da cidade. As tochas para ajudar iluuminaçao das ruas estavam acesas, o que facilitava bastante a circulaçao de mercadorias e tambem barravam tentativas frustadas de saques.*.... *A unica coisa anormal que poderia ser notada ali, eram algumas pessoas que tossiam fortemente, sendo amparadas por garotas que trajavam um manto branco. Eram as clerigas de Marah que estavam tendo muito trabalho ultimamente, devido a um surto de uma estranha doença que alguns habitantes haviam contraido de maneira estranha. Caso os dois passassem pela praça da cidade, poderiam notar Ryuji que estava ali, ajudando a levantar um menino que ali estava caido.*

Vlad Kain - E foi mais ou menos ali Ialanna, que eu vi sua mãe pela primeira vez...Claro, ela estava ocupada demais e ja era uma JS, sequer reparou em um mercenario barato como eu. *Ria narrando para a criança, mas olhando para Ameline enquanto andavam. Para Ameline, Vlad devia estar apenas visitando a cidade conforme não fazia a muito tempo, se havia outro fim, envolvendo os Justiceiros o elfo não havia comentado, provavelmente porque ela não havia questionado. Logo aproximava-se de Ryuji, falando antes de ser visto.* - Eu gostaria de fazer uma reclamação sobre o atendimento daquela taverna, estou a mais de duas horas esperando para ser atendido...Seu prefeito não sabe que o lugar ja foi a origem de toda essa cidade? *Vlad ria enquanto se aproximava, com o mesmo uniforme dos Justiceiros de sempre que parecia novo como se feito ontem*

Ameline: *Ameline deu uma risada e ficou vermelha diante daquele comentário. Ajeitou a filha nos braços, andando ao lado de Vlad e observando as pessoas que tossiam. Ficou um pouco inquieta com aquela visão. Aproximou-se de Ryuji atrás de Vlad. Trajava blusa e calças verdes, e tinha os cabelos presos numa trança. O olhar parecia inquieto enquanto acenava com a cabeça. A pergunta sairia de sua boca quase antes que pudesse se conter.* Eu posso ajudar em alguma coisa?

Ryuji Drak: *Uma das clerigas havia se aproximado, ajudando a amparar o garoto. Quando ele se levantou Ryuji tocou a cabeça do menino.* Cuide-se, moleque. *Ryuji esboçou um sorriso de canto, ao contrario do garoto que abriu um largo sorriso.* Sim, prefeito! *E foi embora correndo, acompanhado da cleriga.*..... *Ao ouvir aquela voz familiar, levantou-se, fitando o elfo.* Vou providenciar um taverneiro melhor. O grande Vlad nao pode esperar muito. Hahaha! *Riu, apertando a mao do elfo.* Parece que os Justiceiros nao dao roupas novas para os companheiros! *Riu mais uma vez, agora voltando os olhos para a elfa que o acompanhava. Lembrava-se dela, juntamente com Voltaire e os outros, uma vez que visitou a cidadela a pedido de Logan.* Ameline, nao eh? Bem... ajuda sempre eh bom, mas nao gostaria de preocupar-lhes, amigos. *Soltou a mao do elfo e cumprimentou-a movendo a cabeça educadamente.* Lembro-me de voce, mas de qualquer forma, eh sempre um prazer! Parece que a filha de voces cresceu bastante nesses ultimos anos. *Olhou para a pequena. Nao havia se dado conta do tempo que havia passado.*

Vlad Kain: *Comprimentou Ryuji de forma animada, colocando a outra mão no ombro dele.* - Otimo, estive pensando em oferecer a ele um cargo na cidade apenas por aquele peixe assado. O tempo realmente passa Ryuji...*Dizia olhando em volta, e em cada detalhe da cidade que parecia ter mudado, pessoas, locais apesar dele se sentir ainda o mesmo* - O que posso dizer, sempre cuidei das minhas coisas tão bem quanto daqueles ao meu redor. Esperar, faz idéia quantas vezes tive que perguntar para Ameline a respeito do casamento? *Mostraria um anel na mão dele, com o par semelhante obviamente na mão da elfa. Desculpe não te-lo convidado, Tive que aproveitar antes que ela mudasse de idéia...

Ameline: *Ameline observou com atenção enquanto o garoto se afastava. Depois, sorriu gentilmente. Deixou a filha no chão, segurando sua mãozinha com firmeza e estendeu a outra.* Exatamente. É um prazer revê-lo. *O olhar revelou novamente a preocupação. Observava os doentes e as garotas que os amparavam, antes de voltar novamente o olhar para o prefeito.* É verdade... o tempo passa rápido demais. *Tentou evitar o assunto do que estava acontecendo na cidade, e aquilo foi fácil com o comentário de Vlad sobre o casamento. A elfa ficou com as bochechas vermelhas e sacudiu a cabeça.* Quem o ouve falar, tem a impressão de que precisou me obrigar a aceitá-lo. *A mão livre procurou a dele e a tocou de leve.* Não fale em nos preocupar, tenha certeza de que estarei à disposição caso meus serviços sejam necessários em algum momento, sim? *Reforçou, deixando em seguida o assunto de lado com aquela oferta.*

Ryuji Drak: *Olhou para o anel no dedo de Vlad e sorriu, feliz pelos dois.* Ah! Nao se preocupe com isso. Eu tambem andei sumido por algum tempo. Mas eu imagino que tenha sido dificil recusar a oferta, afinal, as moças de Lagus reparavam no rapaz! Vejo que conseguiu amarra-lo, Ameline! *Riu, brincando. Logo ouviu o comentario da elfa. Assentiu com a cabeça.* Nesse caso... pode deixar, nao hesitarei em lhe pedir ajuda. Deixei de ser um dragao tao orgulhoso. *Olhou para a pequena filha deles e por um instante se lembrou de fatos recentes.* Olho para essa menina e fico pensando no que foi acontcer com essa cidade nos ultimos dias... parece que essa doença ataca quando menos se espera. Nem os jovens em toda sua vitalidade estao a salvo. Eu fui ate uma pequena cidade vizinha e a coisa la esta muito pior. Praticamente toda a populaçao acabou sendo infectada. Provavelmente eh uma doença de origem demoniaca, mas os piores sintomas ainda nao posso dizer com certeza.

Vlad : - Reparavam? Bem não posso afirmar, quando Logan me perguntou porque queria me juntar a cidadela eu tive que tomar cuidado de não falar que era por causa de Ameline. *Segurava a mão dela junto a sua, tomando uma expressão mais séria a ouvir Ryuji falar, sabia muito bem quando devia alterar sua postura.* - Mantimentos, apoio humano... Não preciso nem informar que todo tipo de ajuda que for necessária sera providenciada Ryuji. Interessante isso ter surgido exatamente nesse periodo, fiquei sabendo que essa doença não foi a unica coisa que surgiu no vilarejo nos ultimos dias de surpresa... *Olhava para Ryuji, aparentemente querendo apenas confirmar uma informação*

Ameline: *Ameline novamente ficou vermelha diante do comentário de Ryuji, e ainda mais diante do de Vlad sobre o motivo de ter se juntado à cidadela. A mão agora entrelaçava os dedos * Digamos que tive um pouco de trabalho. *Brincou, também, a mão agora apertando de leve a de Vlad. Concordava com a cabeça quando ele dizia que não hesitaria em pedir ajuda.* Não tenho minhas ervas comigo, mas imagino que posso encontrar as de que preciso nas proximidades, ainda que apenas para aliviar os sintomas que for possível e dar a estas pobres pessoas algum descanso. *A criança ergueu os grandes olhos para Ryuji ao ser olhada. Foi a mãe quem falou, enquanto a criança o examinava atentamente.* - Alguma coisa mais que requeira nossa atenção? Eu não tenho muito a oferecer, mas o que eu posso fazer será feito, basta me informar. *Também estava séria agora, visivelmente preocupada com o que poderia estar acontecendo, mas sem perguntar diretamente.*

Ryuji Drak: *Ryuji andou alguns poucos centimentros na direçao oposta, enquanto era observado pela pequena. Apreciava a ajuda de ambos, mesmo que nao desejasse preocupa-los.* Obrigado, Vlad. Ameline. Eu irei ate a cidade vizinha por agora, para investigar mais alguma coisa sobre isso para ter respostas. *Podia notar a preocupaçao nos olhos deles, mas o que o fez parar e ficar pensativo foi a pergunta de Vlad. Voltou a andar na direçao deles, parando onde estava.* Entao voce ficou sabendo.... eh verdade, os Cavaleiros Imperiais, ou melhor, ex-cavaleiros imperiais, estao aqui. Parece que Nova Terania surtou e eles acabaram se tornando foragidos. Lei, Minami e sua filha passam bem. O outro estava quase morto, mas imagino que ira se recueprar. Estao alojados no templo de Marah. Parece que mais dois chegaram pela manha. Imperiais que nunca tinha visto antes.

Vlad Kain: *Vlad direcionou um olhar ao templo que podia ser visto de onde eles estavam, fitou seriamente por alguns bons segundos e deixou um sorriso a mostra, mas esse um tanto diferente* - Imagino que Minami ja deve ter reclamado de tudo que viu na cidade... Pelo visto minhas fontes permanecem confiáveis, apesar que tive que vir olhar com meus próprios olhos qu Lei Keylosh estava de volta. *Voltou-se para Ryuji, ouvindo o adendo sobre os acontecimentos* - Quer dizer que Lei não foi o culpado dessa vez? Curioso. Bem, não parece muito estranho uma figura de autoridade absoluta ter tido um surto. Falando nisso, Logan vai ter um enfarto quando souber...*Olhou para Ameline e sorriu, apesar que ela podia pensar que talvez aquilo não fosse exatamente uma brincadeira*

Ameline:  *Ameline apenas ouvia, agora. Segurava a mãozinha da filha para evitar que ela saísse circulando por aí, mas a atenção se mantinhas nas palavras trocadas entre os dois. Apenas uma pequena ruga se formou entre as sobrancelhas ao ouvir que Lei estava ali com a família. Sua única reação foi puar a filhinha para mais perto, enquanto ouvia. Esboçou um sorriso ao ouvir aquele comentário.* - Você diz isto brincando, mas acredito que seja uma possibilidade real. *Sacudia a cabeça, obviamente brincando.* - Bem, se precisarem de ajuda com isto também... Eu realmente não sei quanto à reação de Logan, mas imagino que não vá se negar a prestar ajuda no que realmente for preciso.

Ryuji:  *O dragao riu, escutando Vlad.* Nao, Vlad, dessa vez ele nao eh o culpado. O imperador Renon sumiu e parece que houveram alguns problemas realmente serios por la... Ele ficou de explicar tudo com mais clareza quando tiver tempo. Chegaram praticamente mortos aqui. Mas tem razao, a mulher oriental eh reclamona, mas nao me preocupei com isso. Depois que encher a pança nao ira mais ficar de mal-humor, afinal barriga cheia, coraçao contente! *Riu mais uma vez.* Esse Logan... ainda enfurnado na cidadela?

Vlad: *Vlad voltava a aolhar para o templo, provavelmente imaginando que Lei estava la totalmente indiferente a presença do mesmo ali, pelo menos desta vez tinha uma vantagem* - Talvez devesse abrir uma cratera na cidade e levar o que restasse dele de presente para Logan, ele iria apreciar. *Logo se voltaria mais uma vez a Ryuji, parecia ter uma leve idéia do que tinha acontecido a ponto de não se impressionar com o que ouvia* - Digamos que sim... Mas Lei poderia com certeza fazer com que ele viesse até aqui, mas como eu nunca fui do tipo obediente, posso acabar tendo uma conversa com Lei... Se as coisas ocorreram como imagino ele não pode se dar ao luxo de sair descartando aliados em potencial, e algo me diz que não ia gostar de uma cratera como ponto turistico.

Ameline: *O olhar de Ameline seguiu o de Vlad, enquanto ouvia o relato da chegada dos refugiados. Aquilo era algo preocupante. Problemas lá fora aliados a refugiados lá dentro não eram uma ideia muito animadora. Mas esperava que fosse apenas uma preocupação infundada. Então, apenas soltou com um movimento leve a mão de Vlad e pegou a filha, que parecia cansar de ficar em pé, no colo. Ria um pouco diante dos comentários sobre Logan e sacudia a cabeça em seguida numa concordância, em relação a questão de aliados. Não era jamais uma má ideia, com a situação que aparentemente começava a se formar ali.*

Ryuji: *Ryuji acabou rindo com os comentarios de Vlad a respeito de Lei. A chave de tudo estava em Lei. Ainda tinha de descobrir muitas coisas sobre o que tinha acontecido em Terania. Nao estava tao curioso, tudo viria a seu tempo. Os refugiados poderiam ajuda-lo, o que era muito bom, mas tambem poderiam atrair Teranianos furiosos para Lagus, o que era preocupante.* Em breve vai estar cheio de Teranianos furiosos aqui nos portoes querendo a cabeça de Lei numa bandeja... escrevam o que estou dizendo.

Vlad: Veremos...De qualquer forma, irei ficar por perto ate saber mais do próprio ex-comandante das forças de Nova Terania. Vou tentar deixar sua cidade intacta, mas não posso me responsabilizar pelo que ELE vai fazer. Obrigado Ryuji, foi um prazer reve-lo. *Vlad faria uma saudação antes de começar a se retirar junto com Ameline e a filha, ouvindo o que o mesmo diria antes se desejasse*

Ameline Silverleaf: *Ela também faria uma saudação. A saudação consistiria em um aceno de cabeça, visto que agora segurava a criança que começava a cochilar em seus braços.* Foi realmente um prazer, Ryuji. Conte conosco, para tudo o que precisar. *Com estas palavras, igualmente esperaria por uma resposta, antes de se afastar
avatar
Lilandra
Admin
Admin

Mensagens : 4
Data de inscrição : 16/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum