Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Qui Fev 11, 2016 10:20 am

Introdução


A floresta em frente à cidade de Domine Mathesis sempre fez parte do cotidiano da população. Caçadores vão em busca de carne e peles dos animais selvagens, os druidas e herbalistas realizam seus estudos e experimentos e habitantes procuram clareiras para fazer piqueniques, ler ou apenas se afastar do ambiente movimentado da cidade.


Localização da floresta


A floresta também guarda muitos segredos e não é raro quando alguém é atacado por uma criatura estranha ou se perde. A nova administração da cidade, liderada pelos ex-Cavaleiros Imperiais Lei Keylosh e Sieg Hart, fez esforços para reduzir o número de acidentes e patrulhar a floresta, já que ela poderia ser usada como abrigo por inimigos, e isso eles tinham de sobra.

Os viajantes e forasteiros de Domine Mathesis se impressionavam quando viam um lobo gigante de pelagem cinza caminhando ao lado de alguns soldados, que faziam as patrulhas periódicas na floresta. Aquele era Aethelwulf, filho de Lei Keylosh. Quem não conhecia a história pensava que o lobo fora adotado por Lei e por isso ele era chamado de "filho". Entretanto, a verdade era que a esposa de Lei era uma metamorfa lupina. O lobo tinha quase 3 metros de altura, sendo maior do que qualquer homem e mulher daquele lugar, e não possuía a habilidade de se transformar, ficando permanentemente em sua forma de lobo.


Aethelwulf


Quase sempre Aethelwulf saía para as patrulhas acompanhado por soldados de Mathesis, mas por vezes ele gostava de sair sozinho para correr e caçar livremente pela floresta, onde ficava por dias antes de retornar. Em uma destas saídas, nas profundezas da floresta, o lobo gigante encontraria um forasteiro inusitado.


Última edição por Admin em Sab Ago 20, 2016 9:30 am, editado 3 vez(es)
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Sex Fev 12, 2016 7:28 pm

Por uma trilha na Floresta, seguia uma pequena figura, aparentando ser ainda uma criança. Estava vestida com uma capa vermelha, e um capuz da mesma cor, ocultando seu rosto, sendo possível ver apenas algumas mechas de seus cabelos. Caminhava devagar levando consigo uma cesta de palha coberta com um pano de linho. A floresta estava silênciosa e ouvia-se apenas os seus passos, esmagando folhas e galhos pelo chão.


Última edição por Chapeuzinho Vermelho em Dom Abr 17, 2016 4:33 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Dom Fev 14, 2016 12:56 am

A garota de capa vermelha andava pela floresta banhada pela luz do sol, pois era manhã. Era possível ouvir o som dos pássaros e outros pequenos animais silvestres. Mesmo que ela soubesse exatamente para onde estava indo, notaria uma diferença no ambiente em certa parte da floresta. Os raios de sol já não entravam com tanta facilidade, o som dos pássaros e animais praticamente cessara e estava um pouco mais escuro de uma forma geral, apesar da hora do dia.

A garota alcançou uma pequena área na floresta sem árvores, mas não era uma clareira, já que as árvores ao redor da área se curvavam para dentro, formando um "teto" de galhos e folhas. Uma das árvores havia caído e havia uma silhueta embaixo da mesma. Um animal preso pelo pesado tronco da árvore? Ao observar melhor, a garota de vermelho notou que se tratava de um homem velho. Trajava vestes negras de celibato, assemelhando-se a um clérigo ou algo parecido. Aparentava sessenta anos e tinha expressão de dor. Ao avistar a garota, o velho apontou na direção dela, suplicando:

- Por favor, ajude-me! Por favor!
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Dom Fev 14, 2016 4:57 pm

Estranhando o ambiente, ela caminhava observando ao redor, percebendo que estava ficando mais escuro a cada passo. Se encolheu na capa, pois como a luz do sol não lhe chegava mais, sentia frio.
Por que as árvores eram tão estranhas alí? Possivelmente estava perdida, pois nunca tinha passado por aquele lugar. Pensando em dar meia volta, ela avista uma árvore caída, com uma figura aparentemente presa em baixo.
Se assustou com a voz do homem e ficou parada por uns segundos. Ele parecia sentir dor e precisava de ajuda. Segurando com mais força a cesta que carregava, se aproximou.

- S-senhor?
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Seg Fev 15, 2016 4:06 pm

A perna do velho parecia realmente presa embaixo do tronco da árvore. Não era possível dizer se estava quebrada ou esmagada. O homem parecia sentir muita dor, mas a garota de vermelho podia se perguntar duas coisas: Por que não ouvira os gritos de ajuda do velho antes, em uma floresta silenciosa como aquela? E como aquela árvore havia caído em cima dele? Quem ou o quê havia derrubado? O velho voltou a suplicar, dizendo:

- Por favor, me ajude! A dor é insuportável! Há um tronco grande ali! Use-o como alavanca para empurrar a árvore um pouco para trás, é o suficiente para que eu saia! Por favor, eu lhe imploro!
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Seg Fev 15, 2016 9:12 pm

- Tudo bem...

Vendo o estado em que o homem se encontrava, a menina, consternada, se apressou em tentar ajudá-lo. Apesar de querer muito sair dalí, não podia deixá-lo assim. Colocou sua cesta no chão e foi até o tronco que ele dissera. O arrastou até a árvore que o prendia e posicionou o mesmo, formando uma alavanca.
Forçou o tronco, com certa dificuldade, porém a árvore mal se moveu.

- É pesado... Como foi que ficou assim?
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Ter Fev 16, 2016 11:36 am

Entre gemidos de dores, o velho respondeu à pergunta dela, enquanto tentava puxar a própria perna:

- Não tenho certeza, algo me atacou, um animal grande ou algo assim, foi tudo muito rápido! Eu corri para cá e ele deve ter derrubado a árvore por acidente! Ele correu e eu não consegui me afastar a tempo! Acho que está saindo, coloque apenas um pouco mais de força!

A árvore não era tão grossa, de modo que a garota conseguiria movê-la alguns centímetros com apenas mais um pouco de força aplicada ao tronco que segurava. O velho finalmente conseguiu se desprender, arrastando-se para trás. A perna dele não estava esmagada, mas parecia bem machucada. Ele recuperou o fôlego antes de falar:

- Que os deuses lhe abençoem, minha jovem! A besta ainda deve estar nas redondezas. Não podemos ficar aqui. Meu casebre é aqui perto, venha comigo, estaremos seguros lá! Ajude-me a levantar, sim? - Depois o velho pegaria o tronco que ela usou, utilizando-o como uma bengala, e começaria a caminhar em uma direção, arrastando a perna machucada, já esperando que a jovem o seguisse.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Ter Fev 16, 2016 8:15 pm

Esfregou as mãos para se livrar da terra que nelas havia e segurou a mão do homem, o auxiliando a se levantar.
Ela não deveria perder tempo, tinha que seguir caminho, mas de qualquer forma não sabia em qual direção ir, poderia se perder ainda mais. Talvez ele conhecesse a Floresta e pudesse lhe mostrar o caminho de volta, mas como estava exausta e faminta, resolveu segui-lo.
Pegou sua cesta e caminhou atrás dele.

- O senhor está bem?

Observava os ferimentos dele.

- Eu estava seguindo por uma trilha quando cheguei aqui, mas não sei como voltar... Não vi nenhum animal correndo. Que lugar é este?
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Qua Fev 17, 2016 7:06 pm

Enquanto caminhavam, o velho respondeu à ela:

- Esta é a floresta Mathesiana. Tem esse nome por causa da cidade próxima à floresta chamada Domine Mathesis. Eu era um clérigo lá, mas coisas aconteceram e eu achei melhor me reclusar aqui neste casebre. Conheço bem a região, mas seja lá o que me atacou, é novo aqui. Eu a colocarei de volta em sua trilha assim que a ameaça passar. Por hora, vamos até o casebre, você deve estar cansada.

Depois de alguns minutos de caminhada, alcançaram uma nova clareira onde havia uma cabana no centro. Mesmo com o sol batendo diretamente em cima do casebre, toda aquela área parecia envolta em uma sombra constante, como quando uma nuvem esconde a luz em um dia ensolarado. O velho entrou primeiro, já ascendendo as velas do recinto, dizendo:

- Vamos manter as janelas fechadas por enquanto, sim? Até termos certeza de que a criatura foi embora. Perdoe a poeira do lugar, eu não recebo muitas visitas. - Deu uma risadinha fraca, apontando a mesa para que ela se sentasse, sobre a qual já havia um jarro de água e um prato com algumas frutas. Ele pegou um copo para ela enquanto perguntava: - E você, minha jovem? Para onde estava indo antes de se perder nesta floresta?
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Qui Fev 18, 2016 9:32 pm

Entrou logo em seguida na cabana, abaixando o capuz. Estava com uma aparência cansada, como se tivesse ficado muito tempo sem dormir. Seus olhos escuros refletiam a luz das velas.

- Não se preocupe, sinto-me agradecida. - Deu um pequeno sorriso.

Seguiu até o banco e sentou-se, aliviada, pois estava com os pés doloridos. Deixou a cesta em cima da mesa.

- Eu estava seguindo uma trilha... tinha certeza que era a certa, mas agora não tenho muita... Não me lembro de ter ouvido sobre essa cidade... - Fez uma expressão confusa. - De qualquer forma tenho que continuar.
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Seg Fev 22, 2016 9:21 am

O velho fez um afirmativo com a cabeça, dizendo:

- Não se preocupe, eu conheço muito bem essa floresta, eu a levarei para a saída dela e você poderá seguir seu caminho. Mas antes você precisa descansar, posso ver pelo seu rosto. Sinta-se livre para deitar naquela cama e cochilar um pouco, eu ficarei de vigia e a alertarei caso a fera volte a aparecer.

Apesar de toda a gentileza do velho, a garota podia sentir algo muito estranho ali. Havia uma energia ruim pairando no lugar e, por vezes, a garota podia jurar que viu um crânio no lugar da cabeça do homem quando ele virava o rosto na direção da sombra. Podia ser apenas a imaginação dela. Apesar do risco, ela precisava mesmo descansar. Caberia a ela decidir se aceitaria tirar o cochilo ou não.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Seg Fev 22, 2016 7:26 pm

- Sim... - Colocou a mão sobre a boca, bocejando. - Obrigada.

Sentia algo estranho ao redor, mas estava exausta e mal conseguia manter os olhos abertos. Poderia jurar que a face do homem se modificou por uns instantes, mas poderia ser apenas efeito da luz ou criação de sua mente cansada. Como não tinha muita escolha, pois não  poderia sair lá fora agora, resolveu ir se deitar um pouco.
Seguiu até a cama. Tirou os sapatos, desatou o nó que prendia sua capa e a colocou de lado, se deitando.
Acabou pegando no sono instantes depois.
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Qui Fev 25, 2016 2:58 pm

O sono da garota foi, no mínimo, perturbador. Não só porque estava dormindo em um lugar estranho, mas também porque havia algo ali interferindo em seu descanso. Ela teve uma espécie de sonho induzido por alguma força oculta naquela cabana, onde corria infinitamente por uma floresta de árvores grandes e retorcidas e nunca achava a saída. As árvores negras tomavam a forma de criaturas horrendas que a perseguiam, tornando aquilo um pesadelo terrível.

Ao acordar, ela rapidamente percebeu que já havia anoitecido. Devia ter dormido por 5 ou 6 horas. Não havia sinal do dono do casebre, mas o interior do mesmo estava inalterado. Antes que pudesse fazer qualquer outra coisa, a garota ouviu um barulho no lado de fora. Parecia passos de algo ou alguém bem pesado, a julgar pelo barulho e pela quantidade de folhas que arrastava. O barulho se aproximou cada vez mais até que a garota observou uma imensa silhueta através das frestas da parede de madeira. Em seguida ela ouviu a figura misteriosa farejar ao redor da entrada e rosnar.

[Segue abaixo o link de um som que seria o rosnado]

avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Qui Fev 25, 2016 9:31 pm

A garota teve um sono muito agitado. Por conta do pesadelo remexeu-se constantemente, tantando escapar daquele cenário terrível. Acabou por se sentir mais cansada do que se estivesse ficado acordada.
Amedrontada pelo pesadelo, sentiu-se aliviada por ter acordado. Foi horrível e pareceu tão real. Se sentou na cama, respirando profundamente várias vezes, tentando acalmar seus batimentos cardíacos.
Percebeu que havia anoitecido, pois ouvia-se o canto dos grilos ao longe. Observou ao redor e deu-se conta de que estava sozinha. Pensou em ir procurar o senhor que estivera alí com ela, mas no momento em que ia se levantar, ouviu um barulho vindo de fora.
Ficou imóvel, escutando. Algo se aproximava. Um animal? Foi quando viu, através das frestas na parede, parecia ser muito grande. Arquejou ao ouvir a criatura rosnar, era realmente alguma fera. Se manteve parada e em silêncio, desejando que com isso a criatura não a percebesse e fosse embora.
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Seg Fev 29, 2016 5:07 pm

Momentos de tensão se sucederam. A fera rosnada e farejava bem alto. O pó acumulado nas paredes de madeira do casebre até mesmo fizeram a criatura espirrar, mas ela não se afastou. Como a garota permaneceu estática, a fera verificou mais um pouco e perdeu o interesse. Os passos se afastaram e parecia que finalmente ia embora, mas, para a surpresa da garota, a fera apenas recuou alguns metros para tomar impulso.

A criatura correu e derrubou a porta com as patas dianteiras com violência. Era muito grande, de forma que teve que se abaixar ligeiramente para entrar no casebre. Ela ocupou quase toda a sala, derrubando a mesa e todos os objetos sobre ela. Ao ver a garota, a fera soltou o que parecia ser um latido e a fitou, os pelos de sua nuca e cauda se arrepiando. Diante da luz precária das velas no recinto, a garota percebia o que estava à sua frente: Era um lobo gigantesco, daqueles que ela talvez só tivesse ouvido falar nas estórias para assustar crianças.

Os olhos amarelados fitaram os da garota com expressão de raiva. O lobo estava arqueado e nervoso, prestes a atacar, e realmente o faria caso ela não fizesse nada. Algo estava irritando a fera e não parecia ser a menina. Talvez fosse aquele lugar com aquela energia ruim. De qualquer forma, a garota precisava pensar em uma solução, e rápido.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Seg Fev 29, 2016 7:47 pm

Por um momento a garotinha pensou que a criatura estivesse indo embora, mas estava enganada. Com o susto ela se levantou rapidamente, dando alguns passos para trás até bater com as costas de encontro à parede.
Observava enquanto a enorme criatura entrava na cabana. As frutas e os objetos caíram e com o impacto foram aproximando-se dos pés dela. Engoliu em seco. Quando a fera à fitou, não conseguia desviar o olhar. Nunca havia visto algo do tipo e maior que o medo era a fascinação, algo naqueles olhos amarelos e brilhantes a atraía.
O grande lobo parecia muito irritado, preenchendo o local com sua respiração pesada e rosnados. Ele estava em frente à porta, obstruíndo a passagem e dadas as circunstâncias, era praticamente impossível de a menina conseguir correr para fora. Mas a pequena não planejava isso, sequer pensou em gritar para pedir ajuda. Com toda a inocência de uma criança, ela imaginou que o lobo deveria estar com fome, e vendo um pedaço de pão no chão, que havia caído de sua cesta, ela foi se abaixando lentamente para pegá-lo.
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Seg Fev 29, 2016 9:15 pm

Assim que a garota começou a se abaixar para pegar o pão, o lobo interpretou como se ela estivesse pegando uma arma ou algo para se proteger, e grunhiu mais alto, quase avançando sobre ela. Mas assim que ela ofereceu o pão a ele (estou supondo que ela estendeu o pão), a expressão de raiva do lobo diminuiu, como se ele... Entendesse o ato? Oferecer comida é visto como um ato amigável até para uma criatura selvagem, mas leva tempo para se adquirir confiança. Aquele lobo, entretanto, pareceu entender o gesto quase que imediatamente.

Ele esticou o focinho, cheirando o pão na mão dela e, apesar de ter recusado, o animal se acalmou um pouco. Os olhos amarelos voltaram a fitar os dela (que cor são os olhos dela?) e os olhares se cruzaram assim por alguns momentos. Em seguida, algo muito estranho aconteceu. A garota começou a ouvir uma voz, bem fraca no início que foi ficando mais clara e audível. Os sentidos a traíam, pois a voz não parecia vir de nenhuma direção ao redor dela. Ela ouviu claramente a voz dizendo:

- Esta garota não pode ser maligna. Não vejo maldade em seus olhos, não sinto maldade em sua alma. Mas o que ela está fazendo aqui, neste lugar amaldiçoado?

O lobo estava "falando", mas a garota ouvia a voz dele dentro de sua mente. Estaria ela imaginando coisas ou o lobo sabia se comunicar de alguma forma?
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Ter Mar 01, 2016 8:04 pm

Parou em meio à ação por uns segundos, quando o lobo rosnou ameaçando atacar, mas logo que pegou o alimento o ergueu para cima, oferecendo à ele.  Aguardou, com a mão firme, enquanto ele farejou. Vendo que este recusou, abaixou o braço devagar.
Os olhos castanhos e curiosos da menina sustentavam o olhar da fera. Quando ela ouviu uma voz. Surpresa e confusa, olhou ao redor, procurando, mas não avistou ninguém. Então... Foi o lobo que falou?  Ela ouviu a voz claramente, mas não viu a boca dele mover-se. Porém, os olhos do mesmo mostravam que ele realmente estava se comunicando com ela. Mas como?
A garota nada disse e continuou parada rente a parede de madeira. Seu corpo estava quente enquanto dormia, mas agora ela começava a sentir frio. Uma brisa gelada entrava pelas ranhuras e à tocava, fazendo-a estremecer. Usava um simples vestido de cor clara e suas meias não protegiam seus pés da friagem que vinha do chão. Deu um passo à frente, desviando o olhar para a cama, querendo ir até a mesma para pegar sua capa rubra. 
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Qui Mar 03, 2016 3:05 pm

O lobo se acalmou mas ainda estava apreensivo, olhando ao redor a todo instante. Ele deixou que ela pegasse sua capa vermelha, bem como seus outros pertences, como sua cesta. A garota ouviu a voz da fera novamente, que lembrava uma voz masculina e bem jovem:

- Vamos, venha comigo! Precisamos sair daqui! Esse lugar é perigoso!

Como a garota não deu nenhuma confirmação de que conseguia ouvi-lo, o lobo continuou se comunicando através de gestos, o que poderia significar duas coisas: Ou ninguém nunca conseguiu se comunicar mentalmente com ele, ou ele pensou que havia falhado em estabelecer essa conexão com ela. Ele pendeu a cabeça para o lado e deu um pulinho com as patas dianteiras, como que chamando a garota para sair dali o mais rápido possível.

Caso ela o seguisse para fora, veria o lobo parado rosnando novamente, mas dessa vez não era para ela. Parado há alguns metros de distância no lado de fora estava o velho que a acolheu, em seus trajes religiosos. O velho deu uma risada com uma voz que parecia não ser dele e disse em seguida:

- Mas que decepção! Achei que o grande lobo de Domine Mathesis apreciaria o petisco que lhe ofereci! Olhe para ela! Tão tenra e inocente... Uma iguaria! Mas não importa! - O velho fitou especificamente a garota. Não se parecia em nada com o velho que mancava, que ela conhecera mais cedo. - Você era apenas a isca para a fera e fez seu papel de forma excelente, minha querida!
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Sab Mar 05, 2016 9:36 pm

Ela seguiu até a cama e pegou sua capa. Jogou-a sobre os ombros amarrando as fitas da mesma no pescoço. Ouviu a voz novamente, havia nela um tom de urgência, mas a garota continuou calada. Agora ela tinha certeza de que foi o lobo quem falou. Compreendeu os gestos dele, porém estava um pouco relutante em atendê-los.
Quando o lobo saiu da cabana, a menina calçou seus sapatos rapidamente, pegou sua cesta e o seguiu. Passou por cima da porta derrubada e parou na entrada, ficando atrás dele.

Podia vê-lo tenso, rosnando para alguém, com os pelos eriçados. Deu uns passos para o lado e avistou o senhor que havia ajudado mais cedo, mas ele estava diferente, tinha algo de estranho. Arrepiou-se com sua risada. Não gostou nem um pouco de suas palavras, e menos ainda de seu olhar. Percebeu então que o homem à havia enganado, fingindo que precisava de ajuda. Uma isca, ele diz? Porque ele queria atrair o lobo até alí?
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Dom Abr 17, 2016 2:55 am

A pergunta da garota logo seria respondida. O homem, que outrora parecia frágil e senil, agora abria os braços com virilidade, dando uma risada insana. De seu corpo se alastraram tentáculos feitos de alguma energia negra, uma manifestação física de algo muito vil. A mesma energia brotou da terra ao redor deles na clareira, inclusive da cabana que agora se localizava atrás da garota de vermelho. O lobo e a garota logo seriam cobertos pela energia, tragados em uma armadilha ardilosa.

O lobo ficou ainda mais agitado e raivoso e teve que pensar rápido. Ele arqueou as quatro patas, abaixando o corpo todo, e mexeu a cabeça, de forma a convidar a garota a montá-lo. Mais uma vez, a garota conseguiu ouvir a voz psíquica do lobo diretamente em sua mente: - Vamos, suba em mim! Precisamos sair daqui!

(Estou supondo que ela montou o lobo)

Os pelos cinzentos do lobo era macios e resistentes, o que permitiria à garota agarrar-se a ele sem medo de machucá-lo. E ela precisaria segurar bem firme, pois assim que sentisse que ela havia se posicionado, ele dispararia em alta velocidade na direção da floresta, afastando-se do homem maligno e deixando a "bolha" de energia negra antes que ela se fechasse. Alguns tentáculos ainda se alongaram e tentaram agarrar o lobo, mas ele se afastou muito rápido, deixando aquela área para trás.

Em um fôlego só, o lobo atravessou toda a área da floresta em direção à cidade de Domine Mathesis, sempre verificando, através de seu tato, para ver se a garota ainda estava agarrada a ele. O animal só pararia quando já diante dos portões de Domine Mathesis. Passado o momento de adrenalina, a garota podia observar a entrada da cidade, onde havia uma ponte construída sobre um largo rio e os portões ficavam ao final da ponte. A entrada era bem movimentada, com trânsito de comerciantes e camponeses, mostrando que era uma cidade de médio a grande porte. A garota pôde observar que todos os forasteiros se surpreendiam com a visão do grande lobo, enquanto que os habitantes já haviam se acostumado com a presença do animal.

(Imagem rápida para referência:)



O lobo atravessaria os portões primeiro para depois se agachar e deixar a garota desmontá-la para que ela também retomasse o fôlego. O mais importante era que estavam em segurança agora.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Dom Abr 17, 2016 5:15 pm

A menina sentiu a energia pesada ao seu redor, algo muito ruim que vinha daquele homem. O medo a fez paralisar. Conseguia apenas fitar a figura maligna à sua frente.
Voltou o olhar para o lobo quando este lhe falou novamente. Hesitou por um momento, mas logo ela conseguiu se mover e então correu até ele. Agarrou-se nos pelos dele e o montou, segurando firme. Inclinou-se para frente, segurando também sua cesta.

Devido ao movimento, o vento frio açoitava-lhe o rosto, esvoaçando seus cabelos e sua capa. Manteve os olhos semicerrados, distinguindo apenas o borrão escuro das árvores por quais passavam.

Certo tempo depois, quando já iam um pouco mais devagar, pode observar a entrada da cidade e as pessoas dali.
Quando o lobo parou, ainda segurava-se firmemente a ele. Afrouxou os dedos, soltando-lhe os pelos e escorregou de suas costas. Com os membros trêmulos, continuou a apoiar-se nele com uma das mãos. Olhou ao redor.
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Qui Abr 21, 2016 3:46 am

Os guardas da cidade confiavam no lobo mas não ignoraram o fato de que ele trouxe uma convidada. Alguns dos soldados se aproximaram, perguntando à garota se ela estava bem e o que havia acontecido. O lobo ignorou os guardas e, enquanto a garota se apoiava nele para se recuperar, a grande fera começou a lambê-la, sua língua áspera jogando o capuz dela para trás e bagunçando ainda mais seus cabelos, dando-lhe praticamente um banho de saliva. Era sua forma de se certificar de que ela estava bem.

Os guardas ouviriam o relato da garota caso ela quisesse contar o ocorrido, mas sabiam que, por envolver o grande lobo, aquele era um assunto para a administração da cidade, e logo a garota saberia o motivo. Os soldados ofereceram água a ela e, depois de alguns momentos, o lobo fez um sinal com a cabeça para que ela o seguisse. Se encontrar uma fera daquele tamanho na floresta já era estranho, andar por uma cidade movimentada com a mesma fera deveria ser, no mínimo, surreal.

Domine Mathesis apresentava traços de uma cidade pequena que cresceu bastante e que possuía espaço para tal expansão. A enorme catedral presente no final da rua principal indicava que era uma cidade religiosa, ou pelo menos foi um dia. Alguns dos habitantes ainda usavam roupas que camponeses usam em comunidades religiosas, mas era perceptível que a cidade estava se transformando culturamente, a começar pelo fato de que ninguém estranhava uma fera gigantesca transitando pelas ruas.

O lobo a levou até um prédio grande próximo da catedral da cidade. A julgar pela quantidade de pessoas indo e vindo, mesas com plantas da cidade e outros projetos abertos e as pilhas de documentos pelos cantos do recinto, era de se concluir que se tratava do prédio administrativo da cidade. O lobo não conseguia entrar ali, sequer passava pela porta dupla, mas um dos guardas já estava instruído para levar qualquer assunto relacionado ao lobo para o andar de cima. A fera empurrou gentilmente a garota para o interior do recinto com o focinho, como se dizendo que ela poderia confiar nele, e permaneceu no lado de fora.

A garota foi levada para o andar de cima através da escadaria, guiada pelo guarda. Acabaram em uma sala ampla, dentro da qual havia um homem de cabelos e barba loiros e vestes negras. A julgar pelo modo como as pessoas falavam com ele, a garota podia imaginar que se tratava do prefeito da cidade ou algo parecido. O guarda tratou de explicar a presença dele e da moça:

- Senhor, o seu filho... Digo, o lobo Aethelwulf trouxe uma convidada esta manhã. Ele pediu para que a trouxesse diretamente até você. Deixarei que ela lhe conte o ocorrido. – O homem loiro respondeu, fitando o guarda com seus olhos azuis e sorrindo: – Está tudo bem, soldado. Embora ainda pareça absurdo para a maioria na cidade, aquele lobo gigante é, de fato, meu filho... – O guarda saiu enquanto o homem deu alguns passos na direção da garota, dizendo:

- Você está bem? Está ferida? Imagino que deve ter sido assustador encontrar-se com um lobo enorme, mas lhe garanto que ele, assim como todos nesta cidade, querem apenas ajudar os forasteiros. Meu nome é Lei Keylosh e você está na cidade chamada Domine Mathesis. Eu administro o lugar juntamente com minha família e amigos. Sente-se, por favor, e conte-me o que aconteceu. – Disse, apontando para uma cadeira no recinto, enquanto encostava na grande mesa de madeira no centro.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Ter Abr 26, 2016 9:38 pm

A garota começou a se acalmar, já conseguindo se manter firme. Acenou com a cabeça, afirmando aos guardas que estava bem. Assustou-se quando o lobo começou a lambê-la e recuou um passo.  Esse ato do lobo a fez imaginar um cachorrinho e ela achou aquilo engraçado. Em seguida passou a mão nos olhos e rosto para tirar deles a saliva.

Aceitou o copo d'água e sorveu um gole, mantendo-se em silêncio. Seguiu o lobo, observando curiosamente a cidade e as pessoas que por alí andavam. Porém, o mais curioso para ela continuava a ser o lobo, e a garota voltava a todo instante o olhar para a fera.

Entrou no grande prédio, então, acompanhando o guarda até o andar de cima. Adentrou a sala, e ficou a fitar o homem que aparentava ser uma figura importante, enquanto este falava com o soldado. Ouviu o que disseram e achou aquilo estranho. Ficou pensando se ele também seria um lobo.

Afirmou que estava bem e fez-lhe uma mesura, após este se apresentar.

- O-obrigada. - Foi em direção a cadeira e sentou-se pousando sua pequena cesta no colo. Contou o que havia ocorrido:

- Sim, senhor, o lobo é mesmo muito grande e ele me ajudou, na cabana... - Fez uma pausa e fitou as próprias mãos por um momento. Ela estava um pouco confusa com algumas coisas. Logo depois continuou o relato, falando um pouco rápido demais. - Eu estava lá porque me perdi quando andava pela trilha. Encontrei um homem que estava preso em um tronco de árvore e o ajudei. Estava começando a anoitecer então fui com ele para a cabana, para que quando ficasse claro ele me mostrasse o caminho de volta... Tinha algo estranho... Então eu adormeci. Quando acordei o homem não estava, mas o lobo estava lá fora. E-ele falou comigo! Mesmo! Mas foi dentro da minha cabeça... Ele falou novamente, depois. Quando o homem voltou ele estava diferente, disse que eu era uma isca... E tinha uma fumaça escura... Então o lobo falou mais uma vez, disse para mim montá-lo, e ele correu para cá.
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Qua Abr 27, 2016 4:29 pm

O homem loiro permaneceu recostado à mesa de madeira, coçando sua barba espessa enquanto ouvia o relato da garota. Sua expressão estava intrigada durante a maior parte do relato e só assumiu um olhar de surpresa na parte final. Ele deixou que a garota terminasse e então disse:

- Espere, espere... Volte um pouco. Você disse que Aethelwulf... Digo, o lobo que a trouxe até aqui... Falou com você? Você pôde ouvir a voz dele dentro de sua mente?? - Lei olhou para outra direção, ainda estupefato, e só depois voltou a fita-la: - Hã, me perdoe, é que... Bem, até hoje ninguém fora de minha família conseguiu ouvir a voz dele. Eu tenho uma esposa e três filhos além de Wulf, e nunca ninguém, além deles, já declarou que conseguiu ouvi-lo. Isso é muito curioso... Mas deixemos isso de lado por enquanto. Como era o homem que fez isso? Você pode descrevê-lo?
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Qua Abr 27, 2016 10:42 pm


- Sim, ele falou algumas vezes. Ah... Seu filho? - O fitou com expressão curiosa.
- Bem... - A garota pensou por uns instantes, tentando se recordar de tudo. - O homem usava roupas pretas, da igreja, e parecia ter bastante idade. A perna dele estava machucada por causa da árvore, mas quando ele voltou, depois, não parecia mais. Tinha algo ruim, e ele ria de um jeito estranho. - Encolheu-se ao lembrar disto.

Como tudo havia acontecido muito rápido, ela ainda não sabia descrever muito bem a cena que viu sobre a manifestação da nefasta energia, sabia apenas que obviamente não era algo bom e estava preocupada. Além da confusão, o cansaço não a ajudava a colocar os pensamentos em ordem. A pequena se recostou na cadeira, respirando profundamente.
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Qui Abr 28, 2016 3:10 pm

Lei sorriu diante da primeira pergunta dela:

- Sim, ele é meu filho. Eu sei que parece absurdo... Na verdade nem mesmo eu entendo a lógica por trás disto. Geralmente não contamos isso a forasteiros por segurança, mas você, obviamente, é uma pessoa que não nos quer mal e que acabou aqui por acidente. Minha esposa é uma metamorfa. Já viu ou ouviu falar de algum? Ela pode se transformar em lobo e Aethelwulf nasceu de nossa união. Ele, entretanto, não consegue assumir forma humana. Eu peço desculpas se tudo isso parece surreal ou assustador para você. A maioria das pessoas nunca teve contato com seres desta natureza.

Em seguida, depois da descrição dela, o homem assumiu um semblante preocupado, quase amedrontado. Ele desencostou da mesa e andou ao redor do móvel por alguns momentos. Perguntou sobre mais alguns detalhes físicos do velho e a garota conseguiria facilmente se lembrar deles, mostrando que Lei conhecia o atacante. Ele murmurou para si mesmo: - Então ele não foi embora... Ele estava na floresta o tempo todo... - Por fim, Lei fitou a garota e percebeu a exaustão da mesma. Afastou aqueles pensamentos e voltou a recostar-se à mesa, dizendo:

- Você deve estar cansada, isso é notável. Eu sei que foi uma experiência assustadora, mas eu garanto que aqui estará segura. Eu enviarei batedores para a floresta a fim de encontrar esta ameaça para que ela seja erradicada. Você veio de outra cidade? Tem um lar? Eu lhe prometo que a levaremos de volta para sua casa assim que for seguro na floresta. Por enquanto descanse e recupere suas forças. Providenciaremos um aposento para você, poderá se alimentar e se banhar. Quanto ao fato de você ouvir Aethelwulf... Eu realmente não tenho uma explicação para isso, mas gostaria de descobrir. Se você pudesse ficar alguns dias na cidade para que possamos descobrir juntos, eu agradeceria muito. Qual é seu nome? Esqueci-me de perguntar.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Chapeuzinho Vermelho em Qui Abr 28, 2016 5:47 pm

- E o senhor, também és um lobo!? Ah, e ela se transforma quando a lua está cheia? - A menina pareceu entusiasmada com este assunto e tinha muitas perguntas. - Sei de uma história sobre uma pessoa que se transforma em lobo, quando a lua está completa, mas eu nunca a vi. -  Ela conhecia lendas sobre criaturas semelhantes. Algumas eram contadas para que as crianças ficassem receosas e fossem obedientes. Mas a garotinha de vermelho nunca teve medo dessas histórias.

- Ah, não me é assustador, o lobo. Ele ficará bem? Aquele homem parecia querer machucá-lo... Sabes quem ele é? - Percebeu que ele devia conhecer o homem que tinha más intenções.

- Sim, eu vim de outra cidade, não conhecia esta... - A garota desviou o olhar, parecendo um pouco desconfortável. Ela pensou que devia estar muito longe de casa, mas não sabia como havia se desviado tanto do caminho. - Certo, obrigada. Sim, acho que posso ficar. Eu gostaria de descobrir. E ele irá falar novamente? Ah, eu me chamo Ellen.
avatar
Chapeuzinho Vermelho
Neutro
Neutro

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Admin em Sex Abr 29, 2016 9:49 pm

Lei deu uma pequena risada frente à primeira pergunta dela:

- Oh não, eu não sou lobo. Com certeza eu apanharia menos da minha esposa se fosse um... - Ele só percebeu que não deveria ter dito aquilo alguns segundos depois. Pigarreou fortemente e continuou: - Não, ela se transforma quando quer ou quando fica muito brava. Eu ADORARIA se ela se transformasse apenas uma vez por mês! - Ajeitou a gola da roupa e concluiu: - Interessante, isso só mostra como sabemos tão pouco sobre os mistérios deste mundo. Até mesmo entre metamorfos existem espécies diferentes.

A próxima pergunta da garota também o deixou desconfortável, mas de uma maneira diferente, como se aquele assunto fosse... Errado. Proibido. - Sim, eu conheço o homem que tentou atacá-la. Ele foi... Bem, este assunto é um tanto quanto delicado. Esta cidade tem segredos terríveis, muito antes de eu chegar aqui. Ela já foi um lugar religioso extremista, como você provavelmente notou, e os líderes religiosos não seguiam exatamente seus próprios dogmas. Eles abusavam dos fieis... Enfim, não é um assunto muito agradável, mas contarei mais depois se realmente estiver curiosa. Não é algo que conto a todo mundo de fora, mas eu também não escondo o passado da cidade, pois quero que todos saibam como conseguimos expulsar o mal e transformar Mathesis em um lugar pacífico.

Enquanto se desencostava da mesa de madeira, Lei respondeu à ela: - Ellen, muito prazer! É um nome muito bonito! Ah sim, Aethelwulf continuará falando. Aliás, ele fala demais, acho que é o lobo mais tagarela que já existiu! Sorte dos outros que não podem ouvi-lo. - Deu uma pequena risada, indo até a porta e chamando um soldado. Ele deu instruções ao soldado sobre a estadia da garota e depois voltou a falar com ela: - Ellen, este soldado a levará até um dos prédios de aposentos dos visitantes e as senhoras de lá a ajudarão com o que precisar. Eu e minha família jantaremos no salão comunitário esta noite. Caso quiser se juntar a nós, será bem vinda!

O soldado estava na porta pronto para acompanhar Ellen, mas se ela quisesse dizer algo mais no momento, Lei a ouviria, naturalmente.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 406
Data de inscrição : 13/01/2014

Ver perfil do usuário http://novaordemrenegada.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Minami / Hatsuko em Sex Abr 29, 2016 10:47 pm

Os boatos de que Wulf havia encontrado uma pessoa na mata chegou rapidamente aos ouvidos de Minami. Sabia que seu filho era cuidadoso, prudente... Mas a ideia de que ele levaria todos que encontrasse para a cidade não foi algo confortável na mente da garou.

Como raramente fazia nos últimos tempos, Minami deixou o conforto de sua casa e atravessou a cidade rumo ao prédio que servia como "prefeitura" de Mathesis. Usava um quimono de cor neutra e o daisho pendente da cintura - outro hábito que estava se forçando a readquirir.

Cumprimentou seu filho, os soldados e entrou. Já sabia o caminho para sala do Lei. Pediu licença para o homem que aguardava a visitante e entrou. Arqueou as sobrancelhas ao ver que a visitante ainda estava ali e ainda que era uma criança... Ou pelo menos parecia uma. Minami era uma mulher de traços orientais e expressão severa, cabelos pretos, lisos e bastante longos, em torno de seus 35 anos. Usava roupas típicas de sua origem e duas espadas presas à cintura: uma mais curta e outra maior. Cumprimentou-a com uma mesura apenas, aproximando-se de Lei em seguida.

- Wulf andou trazendo pessoas novas então... - olhou a menina - Bem vinda.
avatar
Minami / Hatsuko
Renegado
Renegado

Mensagens : 66
Data de inscrição : 14/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Longe de ser um Conto de Fadas - Jogo introdutório (Descontinuado)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum